otimização de processosPlanejamento

Como fazer seu planejamento estratégico educacional para 2020: veja 4 passos para começar.

Planejamento Estratégico Educacional

Em qualquer empresa para alcançar sucesso e objetivos é necessário saber onde se quer chegar.

Um negócio que não tem uma visão a longo prazo do que quer ser, fazer ou onde quer estar, dificilmente, sobrevive no mercado.

Se deixarmos de lado, por um momento, que o objetivo de uma Instituição de Ensino é o desenvolvimento educacional de pessoas, e focarmos no seu lado empreendimento, entenderemos o quanto é importante um planejamento estratégico.

Como em qualquer negócio uma instituição de ensino precisa saber onde quer chegar, do contrário, não se destacará num mercado tão competitivo quanto o educacional. A quantidade de empresas nesse segmento em nosso país só cresce.

Para se destacar você sabe o que deve fazer? Não. Então que tal começar pela criação do seu Planejamento Estratégico Educacional para 2020?

Hoje, vamos mostrar pra você que já está mais do que na hora de começar o seu. Vamos lá!

Passo 1: Qual foi a realidade da sua instituição em 2019?

Para saber onde se quer chegar é importante saber onde você está.

Comece pelo relatório anual da sua empresa.

Dentro dele devem estar suas ações no decorrer do ano, bem como seus relatórios financeiro, acadêmico, do corpo docente e discente, os resultados do planejamento pedagógico do ano, seus investimentos e os resultados destes, enfim, tudo que você puder tirar dados e métricas tem que ser colocado no seu relatório anual.

Mas, e o que eu não posso medir?

Bom, aí é onde queremos chegar, aquilo que você não pode medir com números pode ser analisado através dos feedbacks da sua equipe e alunos.

Como eu sempre dizemos, sua equipe lida diariamente com os desafios do atendimento ao aluno, aplicação dos métodos de aprendizado da sua instituição, reclamações de alunos, avaliações, problemas com professores, falhas na comunicação, até equipamentos defeituosos e uma série de situações que fazem o dia a dia de uma instituição de ensino.

Essa visão é importante porque indica seus pontos de melhoria, você como gestor sabe disso.

Ferramentas interessantes para você usar:

Começar por fazer um levantamento de tudo que está ou não acontecendo com sua instituição é o ponto de partida do seu Planejamento Estratégico Educacional para 2020.

Passo 2: Defina seu orçamento.

Um passo importante para qualquer gestor que deseja crescer como empresa.

Saber como anda seu faturamento, seus custos, seus lucros foi um passo importante, agora com essa visão você deve colocar na ponta do lápis uma previsão do orçamento para 2020.

Sim. Previsão, porque  a gente sabe como esse é um campo minado sujeito a mudanças imprevistas, afinal, você nunca vai saber quando alguma coisa vai danificar e, por conta disso você deverá abrir o caixa para resolver o problema.

Agora, se dentro da sua previsão de orçamento estiver separado um montante para esses itens, de certa forma você estará prevendo as situações.

O ponto em que queremos chegar é o seguinte:

Como no tópico anterior – você deve saber onde está para poder seguir em frente – aqui neste também, pegue seu relatório financeiro e pergunte-se:

  • Onde eu posso cortar custos?
  • Tenho espaço para novos investimentos?
  • Quais cursos geram mais receita pra o meu caixa e como posso aumentar isso?
  • Onde houve maior desperdício financeiro que eu posso evitar a partir daqui?

Você percebeu como seu relatório anterior pode ser útil? Por isso, falamos no quão é importante que ele seja detalhado.

Criar um orçamento levando em consideração erros e acertos passados otimiza sua gestão financeira e traz aquele lucro e crescimento tão esperado.

Passo 3 – Ferramentas necessárias para executar seu planejamento estratégico educacional.

Para colocar em prática seu planejamento é necessário ter ferramentas corretas para isso.

Pense por um momento, se você percebeu que seu setor acadêmico precisa de maior cuidado e medidas corretivas mais rápidas, que ferramentas você poderá utilizar para resolver isso?

Viu como esse é um passo interessante?

Esse também é um dado que pode ser retirado lá do seu relatório inicial, você vai perceber o que causou essa falha na gestão acadêmica e a partir daí buscar soluções estratégicas para esse problema.

O que muitos gestores estão aderindo nesses casos é a um software de gestão que dá o feedback real do seu setor acadêmico, por exemplo:

  • Número de alunos matriculados
  • Quais alunos cursam suas disciplinas regularmente
  • Quem são os inadimplentes
  • Alunos desistentes
  • Solicitações de serviços

São todos dados que antes eram preenchidos e atualizados manualmente, agora com um sistema de gestão você pode ter esses dados na palma da mão.

Nesse momento você deve parar para analisar o investimento, pense a longo prazo, num primeiro momento pode parecer um custo muito alto, mas as economias geradas com manutenção, diminuição de falhas humanas, perda de processos e documentos faz uma grande diferença no aumento do seu lucro e redução do seu custo.

Queremos indicar pra você um webinar muito bacana sobre Planejamento Estratégico, veja aqui.

Passo 4 – A importância de criar processos para sua instituição.

Fazer um planejamento faz parte de um processo, podemos dizer até que básico para qualquer empreendimento.

Sabemos que você, como gestor, almeja o crescimento da sua instituição e que cada vez mais estudantes ingressem na mesma.

Entretanto, é importante saber que tudo, desde o seu primeiro contato com seu estudante, faz parte de um longo processo que dura 4 anos ou mais.

Nesse período de tempo sua instituição ficará responsável pela formação de um profissional. Então, definir como se dará isso e meios para facilitar o acesso a educação por parte deste aluno está em suas mãos.

No nosso ultimo passo vamos falar um pouco sobre como ter seus processos educacionais bem definidos facilita tanto sua vida quanto a do seu aluno. Continue com a gente!

Como falamos no inicio deste tópico, do momento de abordagem do aluno até a efetivação da sua matricula tem-se um caminho cuidadoso a se fazer.

Nesse momento você recolherá informações cruciais para a carreira acadêmica do seu estudante, por isso, quando essas informações são colocadas em um banco de dados automatizado o restante do processo se dá mais facilmente.

No tópico anterior falamos dos softwares de gestão, eles podem ser adquiridos através de módulos ou como um sistema completo e integrado, veja a diferença:

Quando se trabalha com módulos a integração de setores como o acadêmico e financeiro não é 100% restando ainda algum trabalho manual que desperdiça tempo e pessoal qualificado para fazê-lo.

Quando se trabalha com um sistema integrado, o momento em que há a primeira coleta de dados do aluno já é o suficiente para a automatização de todo o processo restante.

Porque setores como acadêmico e financeiro fazem parte de um mesmo sistema. Dispensando retrabalho com reinserção de dados.

Da mesma forma se faz renegociações, geração de boletos, etc.

Viu como criar processos dentro da sua instituição pode ser mais fácil do que você imagina? E ainda, quando se adere a um sistema você conta com um time de assistência que fará o que você precisa.

Para finalizar.

Esperamos que ao final desse artigo você esteja motivado para começar seu Planejamento Estratégico Educacional para 2020.

E claro, desejamos que através dele você obtenha o crescimento desejado para sua instituição, consiga identificar áreas de melhoria e adquira excelência e qualidade no ensino oferecido pelo sua instituição.

Gostou da dica do sistema de gestão integrada educacional clique no banner e agende uma consulta com um de nossos especialistas. Você vai conhecer uma ferramenta 100% integrada que será de grande ajuda para sua gestão educacional.

Agende sua consulta com especialista
O conteúdo foi interessante pra você? Compartilhe e deixe um comentário pra gente. Até a próxima!
Veja também nossos posts recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *